Cronologia

P06095

 

 

Montagem fotográfica (c. 1899) a fazenda da família Baker em Bow, New Hampshire, mostrando a casa onde Mary Baker Eddy nasceu. P06095. Imagem de Milton French.

Apresentamos uma cronologia dos principais acontecimentos na vida de Mary Baker Eddy:

1820-1839

1821

Nasce Mary Morse Baker em Bow, New Hampshire.

Nascida em uma fazenda em Bow, New Hampshire, Mary Baker era a mais nova dos seis filhos de Mark e Abigail Baker. Sua escolaridade formal foi interrompida por períodos de doença. Quando não estava frequentando a escola, ela lia e estudava bastante em casa, e escrevia textos em prosa e poesias desde tenra idade. Seus pais buscaram a ajuda de médicos para a cura dos problemas de saúde, mas esses tratamentos traziam apenas alívio temporário.

1836

A família Baker se muda para uma nova fazenda em Sanbornton Bridge (cidade que agora se chama Tilton), New Hampshire.

1838

Ela se filia à Igreja Congregacional em Sanbornton Bridge, New Hampshire.

Criada em um lar de fortes convicções religiosas baseadas nos ensinamentos da Igreja Congregacional, Mary Baker questionou a doutrina calvinista da predestinação desde tenra idade, e com frequência recorria à Bíblia e à oração em busca de esperança e inspiração.

1840-1849

1841

Albert Baker, seu irmão favorito, vem a falecer.

1843

Mary Baker se casa com George Washington Glover, um empresário da construção civil de 32 anos, e se muda com ele para Charleston, na Carolina do Sul.

1844

Os Glovers se mudam para Wilmington, na Carolina do Norte.

George Washington Glover vem a falecer. Mary Glover retorna à casa dos pais e nasce seu primeiro e único filho, George W. Glover.

1846

Dá início a um jardim de infância em Sanbornton, um dos primeiros na região.

1849

Falece sua mãe, Abigail Ambrose Baker.

John Harriman Bartlett, de quem Mary Glover está noiva, também falece.

1850-1859

1850

O pai, Mark Baker, se casa com a Sra. Elizabeth Patterson Duncan.

1851

Abigail Tilton, sua irmã, convida Mary a morar em sua casa, mas sem o filho George.

George W. Glover vai morar em North Groton, New Hampshire, com a família Cheney.

Mary escreve o poema “A mãe ao se separar do filho”.

1853

Mary Glover se casa com o dentista e homeopata Daniel Patterson, e se muda para Franklin, New Hampshire.

1855

Os Pattersons se mudam para North Groton, New Hampshire, para ficar perto do filho, George.

1856

Os Cheneys se mudam para Minnesota com George W. Glover.

Ela tem notícias de George em 1861, mas só volta a vê-lo em 1879.

Mary permanece acamada durante a maior parte dos seis anos seguintes.

1860-1869

1861

George W. Glover se alista no Exército da União.

1862

Daniel Patterson é capturado por soldados confederados ao visitar o campo de batalha de Bull Run, mas escapa da prisão alguns meses depois.

Por iniciativa de sua irmã Abigail, Mary vai para o Instituto Hidropático Vail, em New Hampshire, onde permanece aproximadamente três meses.

Lutando contra uma doença crônica, agravada pela perda de entes queridos, Mary Patterson estava apreensiva quanto às questões de saúde. Ao constatar que os tratamentos convencionais do século XIX produziam efeitos colaterais nocivos, Mary buscou alívio em vários sistemas alternativos da época, entre eles a dieta Graham e a hidropatia (cura mediante uso da água). Durante os longos períodos em que o Sr. Patterson se ausentava, ela estudou em profundidade a homeopatia, e ficou intrigada com a ênfase desse sistema em diluir as drogas a ponto de estas desparecerem quase por completo do medicamento. Fez experiências com pílulas não medicamentosas (hoje conhecidas como placebos) e concluiu que a crença do paciente tinha um papel determinante no processo de cura. Enquanto pesquisava novos tratamentos, ela continuava a buscar conforto e inspiração na Bíblia, ainda atraída pelos relatos de cura registrados em suas páginas.

Mary consulta-se com Phineas Quimby, em busca de cura.

Em 1862, em meio à Guerra Civil nos Estados Unidos, Mary Patterson buscou ajuda em Phineas Quimby, um médico magnetizador de Portland, Maine. A princípio, sua saúde melhorou radicalmente com esse tratamento, uma combinação de sugestão mental e do que hoje pode ser chamado de toque terapêutico, mas logo ela teve uma recaída. Voltou a procurar Quimby não apenas em busca de tratamento, mas também para aprender mais a respeito de seus métodos. Ela passava horas conversando e trocando ideias com ele. Depois de algum tempo, contudo, ela concluiu que a técnica de Quimby dependia grandemente de sua vigorosa personalidade e do treino que tinha em hipnotismo, e não de um princípio divino.

1863

Ela reencontra Patterson, que se estabelece como dentista em Lynn, Massachusetts.

1865

Torna-se ativa na campanha pela temperança, em Lynn.

Mark Baker, o pai, vem a falecer.

1866

16 de janeiro: Quimby falece em Belfast, Maine.

10 de fevereiro: Mary Patterson cai em uma calçada com gelo, em Lynn, e fica gravemente ferida.

Um momento decisivo ocorreu em 1866, quando uma queda grave em uma calçada com gelo a deixou acamada em estado crítico. Amigos e um médico homeopata, que foi chamado para cuidar dela, não tinham nenhuma esperança de que ela se recuperasse.

4 de fevereiro: Ela se cura — a descoberta da Ciência Cristã.

Mary Patterson pediu que lhe dessem sua Bíblia e, ao ler o relato de uma cura realizada por Jesus, constatou de repente que estava bem. Mary não conseguia explicar para os outros o que havia acontecido, mas sabia que era o resultado do que lera na Bíblia. Sua convicção cresceu nas semanas e meses seguintes, ao superar dificuldades com provas ainda mais fortes da cura espiritual. Mais tarde, ela veio a se referir a essa experiência como o momento em que descobriu a Ciência Cristã.

Março: Patterson abandona Mary.

Setembro-novembro: Ela começa a fazer anotações sobre o livro do Gênesis. Escreve centenas de páginas com explicações bíblicas (1866-1869) em um manuscrito intitulado “The Bible in Its Spiritual Meaning” [A Bíblia em seu significado espiritual].

1867

Mary vai para Sanbornton Bridge para curar sua sobrinha, Ellen, que está morrendo. Ellen é curada pelas orações de Mary.

Mary ensina seu primeiro aluno, Hiram Crafts.

Ao longo dos anos, Mary Baker Eddy ensinou seu sistema de cura a centenas de homens e mulheres que, por sua vez, passaram com êxito a curar outras pessoas, nos Estados Unidos e em outros países.

1868

Foi chamada para curar a Sra. Mary Gale em Manchester, New Hampshire, que estava prestes a morrer de pneumonia. Os médicos que estavam cuidando do caso haviam lhe haviam informado que não havia esperança para aquela paciente. Ela cura a mulher, e um dos médicos a insta a escrever um livro sobre seu sistema de cura.

1870-1879

1870

Começa a dar aulas sobre a Ciência Cristã e continua curando pessoas.

1872

Deixa de ensinar e se dedica a escrever um livro. O primeiro título provisório para o livro é The Science of Life [A Ciência da Vida].

1873

Depois de 20 anos de casamento, obtém o divórcio de Daniel Patterson por motivo de abandono.

1875

Conduz cultos dominicais no Good Templars Hall, em Lynn, durante um mês.

Desliga-se oficialmente da Igreja Congregacional em Tilton, New Hampshire.

Publica a primeira edição de Ciência e Saúde.

A obra principal de Mary Baker Eddy, Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras, explica sua descoberta da Ciência Cristã e apresenta seus comentários sobre as Escrituras. No livro são explicadas as ideias da Sra. Eddy.

Publicado pela primeira vez em 1875, mais de 10 milhões de exemplares de Ciência e Saúde já foram vendidos, e hoje o livro continua sendo um best-seller. O livro atingiu o pico anual de vendas em 2000-2001. Também foi citado na Women’s National Book Association [Associação Nacional Feminina de Livros] como “um dos 75 livros escritos por mulheres cujas palavras transformaram o mundo”.

1876

Ela cura Asa Gilbert Eddy de um problema cardíaco. Ele estuda com ela e em três semanas se torna praticista da Ciência Cristã.

1877

Ela se casa com Asa Gilbert Eddy

1878

Prega semanalmente em várias localidades de Boston.

1879

Em abril, Mary Baker Eddy e seus alunos formam uma igreja. Em agosto, a Sra. Eddy é ordenada pastora de sua igreja.

Decepcionada pelo fato de outras igrejas cristãs da época não aceitarem sua descoberta, a Sra. Eddy fundou sua própria igreja. Em 1879, ela obteve o alvará para a Igreja de Cristo, Cientista, estabelecida “com a finalidade de lembrar e honrar a palavra e as obras de nosso Mestre, e com o dever de restabelecer o Cristianismo dos primeiros tempos e seu elemento de cura, que se havia perdido”.

1880-1889

1880

Publica seu sermão intitulado “A Cura Cristã”.

Mary Baker Eddy explica como as curas realizadas por Jesus e seus primeiros seguidores são possíveis hoje.

1881

Obtém o alvará para a Faculdade de Metafísica de Massachusetts, com a finalidade de dar cursos sobre a cura espiritual.

1882

Os Eddys se mudam de Lynn para Boston.

Asa Gilbert Eddy vem a falecer.

1883

Processa Edward J. Arens por violação de direitos autorais e ganha.

É publicado o primeiro número do Journal of Christian Science (que mais tarde veio a ser intitulado The Christian Science Journal).

Uma publicação mensal que oferece artigos sobre a Ciência Cristã, relatos de cura cristã e uma lista de praticistas, professores, igrejas e Salas de Leitura da Ciência Cristã no mundo todo, e muito mais.

Publica A ideia que os homens têm de Deus – Seu efeito sobre a saúde e o cristianismo (título original).

Essa publicação analisa como a vida das pessoas é influenciada por seus pontos de vista a respeito de Deus, e também aborda o efeito transformador das ideias espirituais.

1885

Responde a críticas no Templo Tremont, em Boston.

Publica Historical Sketch of Metaphysical Healing [Resenha histórica da cura metafísica] (mais tarde incorporado a Retrospecção e Introspecção).

Publica Defense of Christian Science [Em defesa da Ciência Cristã] (que mais tarde vem a se tornar Não e Sim).

Uma chamada à reflexão sobre a Ciência Cristã em relação a outras tradições cristãs.

1887

Publica Rudiments and Rules of Divine Science [Rudimentos e regras da Ciência divina].

Essa obra, que mais tarde veio a ser intitulada Rudimentos da Ciência Divina, responde a algumas das perguntas mais frequentes a respeito da Ciência Cristã e de como ela cura.

Mary Baker Eddy se muda para a casa da Avenida Commonwealth, 385, em Boston.

Mary Baker Eddy residiu na Avenida Commonwealh, 385, no bairro de Back Bay, em Boston, de 1887 a 1889. No período em que viveu nessa casa, a Sra. Eddy supervisionou atividades, ensinou em sua faculdade e pregou em sua igreja.
Cinco anos após o inesperado falecimento do marido, Asa Gilbert Eddy, em 1882, ela compra essa casa da Avenida Commonwealth por $40.000 dólares. A casa, de cinco andares, construída em alvenaria, com seu preço elevado (aproximadamente $740.000 dólares em valores de hoje) é um claro indicador de que a Sra. Eddy, aos 66 anos, alcançara uma estabilidade financeira.
No final de 1889, a Sra. Eddy fechou a faculdade, dissolveu a igreja e se mudou para New Hampshire com o intuito de completar uma nova e detalhada revisão de Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras. Mais tarde, ela doaria a casa da Avenida Commonwealth para sua igreja, para ser usada como residência do Primeiro Leitor dA Igreja Mãe.

1888

A primeira Sala de Leitura da Ciência Cristã é aberta em Boston.

A Sra. Eddy publica Unity of Good and Unreality of Evil [A Unidade do Bem e a irrealidade do mal] (que mais tarde veio a ser intitulado A Unidade do Bem).

Nesta publicação, Mary Baker Eddy escreve que uma melhor compreensão de que Deus é completamente bom pode trazer cura para a vida de uma pessoa. Quinze capítulos curtos discorrem sobre temas como “O Ego”, “A Alma” e “As realidades profundas de Deus”.

Ela adota Ebenezer J. Foster como seu filho.

1889

Mary Baker Eddy se muda para Concord, New Hamphire.

Também fecha a Faculdade de Metafísica de Massachusetts e dissolve a igreja.

1890-1899

1890

Publica o Livrete Trimestral da Ciência Cristã — Lições Bíblicas.

Essa publicação trimestral das Lições Bíblicas semanais é preparada para o estudo individual e para ser usada nos cultos dominicais da igreja.

1891

Publica a marcante 50a edição de Ciência e Saúde.

A reorganização dos capítulos, os novos títulos dos capítulos e o acréscimo de títulos marginais fazem dessa edição de Ciência e Saúde a primeira em que aparecem muitos dos elementos conhecidos pelos leitores atuais.

Publica Retrospecção e Introspecção.

Ao longo de sua vida e em seus escritos, Mary Baker Eddy não incentivou a adulação à pessoa dela. Ela acreditava que as pessoas encontrariam seu verdadeiro caráter e propósito nos próprios escritos dela, e não em um registro biográfico. Em resposta à curiosidade do público e da imprensa a respeito de sua vida, a Sra. Eddy por fim escreveu um pequeno livro intitulado Retrospecção e Introspecção, publicado pela primeira vez em 1891.

Ao longo dessa autobiografia espiritual, a Sra. Eddy expõe muitas de suas ideias. Ela expressa seu propósito com convicção em Retrospecção e Introspecção, quando escreve: “Meros incidentes históricos e eventos pessoais são fúteis e sem importância, a não ser que sejam exemplos da ética da Verdade”. Ela também usou Retrospecção e Introspecção para refletir sobre sua juventude, suas experiências como sanadora e escritora, e sobre a publicação de Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras.

1892

A Igreja de Cristo (Cientista) é reorganizada como A Primeira Igreja de Cristo, Cientista.

A Sra. Eddy se muda para a casa chamada “Pleasant View” [Vista Aprazível], em Concord, New Hampshire.

1893

Publica Christ and Christmas [O Cristo e o Natal].

Esse poema singular é acompanhado de ilustrações do artista James Gilman.

1894

Ela ordena a Bíblia e Ciência e Saúde como o Pastor dA Igreja Mãe.

A construção dA Igreja Mãe é concluída.

A Igreja Mãe Original, construída em 1894, está no coração da Praça da Ciência Cristã e continua ainda hoje da maneira como foi construída. O edifício é de estilo românico, construído em granito de New Hampshire, e contém vitrais coloridos retratando eventos bíblicos. Todavia, foi construído com capacidade para acomodar apenas 1.000 pessoas, e logo ficou insuficiente.

1895

Ela ordena a Bíblia e Ciência e Saúde como o Pastor em igrejas filiais.

O Pastor da Igreja é sem similar, pois consiste de dois livros, a Bíblia e a obra principal de Mary Baker Eddy, Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras. Os cultos dominicais estão centrados nas Lições Bíblicas, que consistem de citações desses dois livros. As reuniões de testemunhos das quartas-feiras incluem umas leituras de trechos desses livros, abordando alguma questão ou necessidade do momento, na comunidade ou no mundo. Após a leitura, a congregação é convidada a compartilhar experiências de cura espiritual ou a compreensão obtida pela oração e estudo da Ciência Cristã.

Publica Pulpit and Press [Púlpito e Imprensa] e o Manual dA Igreja Mãe.

À medida que a construção do Edifício Original dA Igreja Mãe em Boston ia sendo concluída, em 1894, o mundo observava, interessado. A conclusão dessa nova igreja chamou a atenção de jornalistas, autoridades e cidadãos comuns, nos Estados Unidos e em outros países. Pulpit and Press documenta a conclusão e inauguração da Igreja, assim como a ampla cobertura desse evento por diversos meios de comunicação. Contém excertos do culto de dedicação (incluindo o sermão de dedicação da Sra. Eddy), mais de 60 páginas de reproduções de artigos de jornais, e muito mais.

O Manual dA Igreja Mãe continua a orientar todas as atividades dA Primeira Igreja de Cristo, Cientista, tais como os cursos sobre a cura pela Ciência Cristã, as conferências públicas e os cultos da igreja. Ele delineia o sistema único de governo que Mary Baker Eddy estabeleceu para sua Igreja e proporciona orientação quanto à prática individual da cura Cristã.

1897

Publica Miscellaneous Writings 1883–1896 [Escritos Diversos 1883–1896].

Mary Baker Eddy considerava essa coletânea de seus escritos seus tão importante que, em 1897, pediu que estudantes de suas obras passassem o ano seguinte lendo-a minuciosamente. Os diversos artigos, sermões, cartas e poemas abordando questões tais como cura mental, perdão, anjos e matrimônio estão fundamentados nas experiências que a própria autora vivenciou ao pôr em prática seu sistema de cura. Considerado pela Sra. Eddy como um livro que ajudaria os leitores a compreeder melhor Ciência e Saúde, Miscellaneous Writings contém dezenas de cartas de pessoas que foram curadas somente pela leitura de Ciência e Saúde.

Ela rompe todos os vínculos com Ebenezer Foster Eddy.

1898

Ministra seu último curso em Concord, New Hampshire, e institui o Conselho do Ensino.

Estabelece A Sociedade Editora da Ciência Cristã, o Quadro de Conferencistas e o Comitê de Publicação.

Publica Christian Science versus Pantheism [A Ciência Cristã frente ao panteísmo].

Essa mensagem de Mary Baker Eddy para a Igreja de Cristo, Cientista, em 1898, analisa como as crenças panteístas não têm nenhuma relação com o conceito de um Deus universal que cuida do homem.

É publicado o primeiro número do Christian Science Weekly (que mais tarde veio a ser intitulado Christian Science Sentinel), uma revista semanal que publica artigos, editoriais e relatos de cura em primeira mão.

1900-1910 (até o falecimento de Mary Baker Eddy)

1900

Publica Message to The Mother Church for 1900 [Mensagem À Igreja Mãe para 1900].

Aborda o tema do “correto pensador e trabalhador”, obediência a Deus, amor pela humanidade e muito mais.

1901

Publica Message to The Mother Church for 1901 [Mensagem À Igreja Mãe para 1901].

Mary Baker Eddy fala à Igreja a respeito de assuntos como “O Cristo é uno e único, e é divino”, “A igreja de minha infância” e “Medicina”.

Escreve a obra autobiográfica Footprints Fadeless [Pegadas indeléveis].

Essa obra original foi escrita principalmente em resposta a Frederick W. Peabody, que atacou a Sra. Eddy em uma conferência proferida no Templo Tremont, em Boston. Peabody representara uma ex-aluna de Mary Baker Eddy que a havia processado (sem êxito) por difamação. Ele também havia publicado a conferência como um panfleto intitulado A Complete Expose of Eddyism or Christian Science, and The Plain Truth in Plain Terms Regarding Mary Baker G. Eddy, Founder of Christian Science [Uma denúncia completa contra o Eddyismo ou Ciência Cristã e a clara verdade, em termos claros, a respeito de Mary Baker Eddy, a Fundadora da Ciência Cristã]

1902

Ela acrescenta o capítulo “Frutos” a Ciência e Saúde.

Além do novo capítulo, contendo cartas recebidas de pessoas que foram curadas pela leitura de Ciência e Saúde, nessa 226ª edição também foi introduzida a numeração das linhas e a ordem dos capítulos como aparece hoje.

Publica Message to The Mother Church for 1902 [Mensagem À Igreja Mãe para 1902].

Uma profunda análise do Primeiro Mandamento e do mandamento de Jesus: “que vos ameis uns aos outros”.

O Sentinel publica a primeira tradução de uma conferência (para o alemão).

1903

É publicado o primeiro número dO Arauto da Ciência Cristã: Der Christian Science Herold.

Publicado mensalmente em quatro idiomas e somente na Internet em 10 outros idiomas, O Arauto apresenta artigos e testemunhos de cura, e uma lista de igrejas e praticistas da Ciência Cristã e de atividades relacionadas à Ciência Cristã em cada país.

Publica uma concordância para Ciência e Saúde.

1904

Estabelece as organizações da Ciência Cristã em faculdades e universidades.

1906

A Extensão dA Igreja Mãe é concluída.

O amplo edifício abobadado da Extensão foi concluído em 1906, e possui assentos para aproximadamente 3.000 pessoas. O edifício combina estilos arquitetônicos renascentistas e bizantinos. O órgão, construído pela Aeolian-Skinner Company, de Boston, é um dos maiores no mundo; ele ocupa oito divisões e possui um total de 13.290 tubos.

1907

Inicia-se o processo dos “Amigos Próximos” contra os titulares dos cargos oficiais da igreja.

Em “nome” de Mary Baker Eddy, os “Amigos Próximos”, incluindo George W. Glover II (seu filho), George W. Baker (seu sobrinho) e Ebenezer J. Foster Eddy (seu filho adotivo), alegando uso indevido de seus bens e abuso da pessoa dela, entram com um processo judicial contra os titulares dos cargos oficiais da igreja e outras pessoas. O processo não prospera.

1908

Muda-se para Chestnut Hill, Massachusetts. Funda o jornal The Christian Science Monitor.

Institui o cargo de enfermeiro da Ciência Cristã.

1910

Autoriza o início da primeira tradução de Ciência e Saúde para o alemão (publicada em 1912).

Mary Baker Eddy vem a falecer, com a idade de 89 anos. As últimas palavras que escreveu foram “Deus é minha vida”.

Mary Baker Eddy é sepultada no Cemitério Mt. Auburn, em Cambridge, Massachusetts. Consagrado em 1831, esse foi o primeiro cemitério rural dos Estados Unidos. Localizado a aproximadamente cinco quilômetros do centro de Boston, o Cemitério Mt. Auburn é um bosque, um santuário de pássaros e o lugar final de descanso de muitos americanos ilustres, incluindo Henry Wadsworth Longfellow, Winslow Homer e Fannie Farmer.

Poems [Poemas] é publicado.

“Esperança”, “Direitos da Mulher” e “Resoluções para o dia” são apenas alguns dos títulos incluídos nesse livro de poesias, o qual contém 48 dos poemas originais escritos por Mary Baker Eddy desde a infância até a vida adulta. Poems inclui poesias que foram publicadas em vários veículos da época, assim como sete que se transformaram em hinos (“Satisfeito”, “A oração vespertina da Mãe”, “Apascenta as minhas ovelhas”, “Amor”, “Cristo, meu refúgio”, “Manhã de Natal”, “Hino de comunhão”).

1913-1963 (Eventos de interesse posteriores ao falecimento de Mary Baker Eddy)

1913

É publicado o livro The First Church of Christ, Scientist, and Miscellany [A Primeira Igreja de Cristo, Cientista, e Vários Escritos].

A primeira das duas partes desse livro é uma coletânea de mensagens, sermões, cartas e artigos de jornais a respeito do edifício e da dedicação da Extensão dA Igreja Mãe em Boston, Massachusetts, em 1906. A segunda parte contém artigos e cartas de Mary Baker Eddy para o público e para as igrejas de Cristo, Cientista. Entre os assuntos abordados no livro estão paz e guerra, pessoalidade, saúde, Natal e muito mais.

1915

É publicada a concordância para os outros escritos de Mary Baker Eddy.

1963

É publicada a tradução para o português de Ciência e Saúde.

Inscreva-se para receber nosso boletim trimestral (em português)

* = Campo obrigatório

Print Friendly, PDF & Email