Dos arquivos de papéis: Primeiros passos e recompensas garantidas

9 novembro 2020

Laura Sargent começou a estudar com Mary Baker Eddy em 1884, em um curso ministrado pela Sra. Eddy em Chicago. Depois de retornar para casa, em Oconto, Wisconsin, Sargent começou a escrever para a Sra. Eddy, detalhando a primeira cura que realizou com êxito — uma lesão no tornozelo da qual sua mãe sofria havia muito tempo. Clique aqui para ler nossa recente publicação sobre a primeira carta da Sra. Eddy para Sargent.

Em sua segunda carta para a Sra. Eddy, Sargent descreveu seu trabalho e o de vários outros colegas de classe, quando começaram a se estabelecer na prática da cura. “…sei que a senhora ficará feliz”, escreveu ela, “em saber que estamos fazendo um ótimo trabalho como jovens discípulos e estamos nos esforçando para ‘deixar nossa luz brilhar diante dos homens’ ”. Leia abaixo a segunda carta de Sargent.


Título editorial: Laura E. Sargent para Mary Baker Eddy, 15 de setembro de 1884

Autora: Laura E. Sargent*
Destinatária: Mary Baker Eddy
Data: 15 de setembro de 1884
No de referência: 236.38.002
Descrição do documento: Escrito à mão por Laura E. Sargent em papel pautado, procedente de Oconto, Wisconsin.

Oconto, 15 de setembro de 1884

Minha querida Professora

Não sei como agradecer-lhe pela preciosa carta1 e foto. Foi um dia muito feliz para nós alunos e sei que a senhora ficará feliz em saber que estamos fazendo um ótimo trabalho como jovens discípulos e estamos nos esforçando para “deixar nossa luz brilhar diante dos homens”2. Nós nos reunimos todas as segundas-feiras à tarde e lemos juntos “Ciência e Saúde”3 e nos ajudamos em tudo o que podemos[;] sempre nos sentimos fortalecidos com esses encontros[.] Temos o desejo contínuo de usar esse um talento de maneira tal que mais nos será dado4 para que estejamos capacitados a viver o Cristo, “a Verdade”, diante do mundo para a glória do Pai5. Prezada Professora esse Cristo vivo significa tanto que não há palavras para expressá-lo, pois ele é encontrado em obras e renúncia ao ego; mas sabemos que a recompensa é certa, pois estamos construindo sobre a “Rocha”6. A Sra. Pendleton** e minha irmã*** gostariam de participar de sua próxima classe, se possível, e prefeririam se hospedar na Faculdade7. [P]oderia por favor me informar se elas podem ser acolhidas e quando começará sua próxima turma. A Sra. Milledge**** e a Srta. Beyer***** enviam saudações e agradecimentos por terem sido lembradas. Que Deus abençoe minha querida Professora e a mantenha segura sob a sombra de Sua asa, esta é a oração sincera de

sua afetuosa aluna

Laura E. Sargent


Nota: Para fins de clareza, foram acrescentadas pequenas alterações na ortografia e feitas algumas inserções, sem nenhuma menção a isso no texto; estão riscadas algumas palavras canceladas; certos erros são identificados com [sic]; a pontuação adicionada está entre colchetes. Para ver a carta original escaneada, clique aqui. A transcrição do texto inglês original está disponível em duas versões: uma mostrando como é o original e a outra mostrando a versão com as pequenas alterações mencionadas acima.

*Laura E. Sargent

Laura E. Sargent (1857–1915). Ela e sua irmã, Victoria H. Sargent, que também era Cientista Cristã, se casaram com irmãos, fazendo com que as duas passassem a usar o mesmo sobrenome. A primeira vez que Laura Sargent estudou com Mary Baker Eddy foi no curso da Ciência Cristã ensinado pela Sra. Eddy em Chicago, em 1884. Ela também frequentou outro Curso Primário ensinado pela Sra. Eddy, em dezembro daquele ano, e fez outros cursos com ela em 1886 e 1887. Sargent ingressou na equipe da casa da Sra. Eddy em 1890 e lá viria a atuar, com algumas interrupções, durante meses ou anos de cada vez, nos vinte anos seguintes. A pedido da Sra. Eddy, ela atuou como zeladora do Aposento da Mãe, nA Primeira Igreja de Cristo, Cientista, em Boston, de 1895 a 1899. Residiu continuamente na casa da Sra. Eddy, primeiro em Pleasant View, e depois em Chestnut Hill, de 1903 a 1910. A Sra. Eddy muitas vezes lhe pedia apoio por meio da oração. Em 1913, ela ensinou o Curso Normal do Conselho do Ensino.

**Almeda Pendleton

Almeda Pendleton (1834–1915) nasceu em Penobscot, Maine, e faleceu em Everett, Washington. Foi aluna de Mary Baker Eddy no Curso Primário (1884) e no Curso Normal (1886). Ela passou a fazer parte da Associação de Cientistas Cristãos em maio de 1886, e filiou-se À Primeira Igreja de Cristo, Cientista, em Boston, no dia 1o de abril de 1893. Almeda Pendleton também foi praticista e professora da Ciência Cristã anunciada no The Christian Science Journal, e foi um dos membros fundadores da primeira igreja filial da Ciência Cristã, Primeira Igreja de Cristo, Cientista, Oconto, Wisconsin.

***Victoria H. Sargent

Victoria H. Sargent (1848–1930) nasceu em Bowdoinham, Maine. Conheceu Mary Baker Eddy quando esta visitou Chicago, em maio de 1884. Mais tarde, ela estudou com a Sra. Eddy no Curso Primário (1884) e no Curso Normal (1886). Passou a fazer parte da Associação de Cientistas Cristãos em setembro de 1886, e filiou-se À Primeira Igreja de Cristo, Cientista, em dezembro de 1892. Depois de completar o Curso Normal, Victoria Sargent dedicou sua vida à cura pela Ciência Cristã e ao ensino dessa Ciência. Ela começou a se anunciar no The Christian Science Journal em novembro de 1888.

****Lovina Millidge

Lovina Millidge (1829–1910) nasceu em Penobscot, Maine, e faleceu em Oconto, Wisconsin. Foi aluna de Mary Baker Eddy no Curso Primário (1884) e no Curso Normal (1886). Ela passou a fazer parte da Associação de Cientistas Cristãos em maio de 1886, e filiou-se À Primeira Igreja de Cristo, Cientista, em Boston, no dia 1o de julho de 1893. Lovina Millidge também se anunciou como praticista da Ciência Cristã no The Christian Science Journal, e foi um dos membros fundadores da Igreja da Ciência Cristã em Oconto, cujo edifício foi o primeiro a ser construído com o propósito de realizar cultos da Ciência Cristã.

*****Libbie Beyer

Libbie Beyer (1848–1886) nasceu em Wingerode, Alemanha, e faleceu em Oconto, Wisconsin. Libby Beyer era professora de escola primária em Oconto e recebeu tratamento em oração pela Ciência Cristã, de Fannie M. Silsbee, uma das alunas de Mary Baker Eddy. Após o tratamento, ela decidiu estudar a Ciência Cristã, fazendo posteriormente o Curso Primário com a Sra. Eddy, em maio de 1884. Depois de estudar com a Sra. Eddy, ela se dedicou à prática da cura em Oconto, e foi membro fundador da Associação de Cientistas Cristãos de Oconto. Não há registro de que tenha feito parte da Associação de Cientistas Cristãos ou de que tenha se filiado à Igreja de Cristo (Cientista).

Documentos originais comentados no site Papéis de Mary Baker Eddy (site apenas em inglês):


site Papéis de Mary Baker Eddy é fruto de um grande empenho dA Biblioteca Mary Baker Eddy em comentar e publicar digitalmente a correspondência de Mary Baker Eddy, seus sermões e outros manuscritos.

Print Friendly, PDF & Email
  1. Não temos esta carta.
  2. Mateus 5:14 Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder a cidade edificada sobre um monte. Mateus 5:15 Nem se acende uma candeia para colocá-la debaixo do alqueire, mas no velador, e alumia a todos os que se encontram na casa. Mateus 5:16 Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus.
  3. Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras de Mary Baker Eddy.
  4. Ver Mateus 25:14–29.
  5. Ver Filipenses 2:5–11.
  6. Ver Mateus 7:24–27 e Lucas 6:46–49.
  7. A Faculdade de Metafísica de Massachusetts foi uma instituição fundada por Mary Baker Eddy para ensinar a Ciência Cristã, seus sistema teológico e metafísico de cura. Seu estatuto social for redigido em 1880 e formalmente registrado em 31 de janeiro de 1881.