Coleções especiais da Biblioteca

As Coleções Especiais da Biblioteca Mary Baker Eddy incluem a Coleção Mary Baker Eddy, além de muitos outros arquivos históricos, fotografias, objetos de arte e outros artefatos.

Para acessar os manuscritos de Mary Baker Eddy, visite mbepapers.org (em inglês). Estamos constantemente adicionando novo conteúdo ao site. Atualmente, estão incluídas transcrições anotadas e documentos digitalizados de 1872 a 1885.

Coleção de arte e artefatos, aprox. 1830–presente

A Biblioteca Mary Baker Eddy mantém uma modesta coleção de objetos relacionados a Mary Baker Eddy e à história do movimento da Ciência Cristã. Essa coleção é composta de obras de arte e objetos tridimensionais criados por artistas, pessoas comuns e outros fabricantes não filiados À Sociedade Editora da Ciência Cristã ou À Primeira Igreja de Cristo, Cientista, Boston, bem como objetos produzidos e/ou protegidos por direitos autorais pertencentes À Sociedade Editora da Ciência Cristã ou À Primeira Igreja de Cristo, Cientista, Boston.

Coleção de álbuns de autógrafos

Os álbuns de autógrafos eram lembranças de valor sentimental, populares desde o século XV até meados do século XIX. Eram frequentemente usados em ambientes de sala de aula, para coletar as assinaturas de colegas e instrutores. A Coleção de Álbuns de Autógrafos é composta de 13 álbuns. A maior parte dessa coleção consiste em álbuns contendo assinaturas de alunos do Curso Primário e do Curso Normal de Mary Baker Eddy; às vezes contêm a assinatura dela como instrutora. Ela pessoalmente estava de posse de apenas dois desses álbuns (2000.01.02 e 2000.01.12). Um deles foi presente de seu último Curso Primário (ministrado de 25 de fevereiro a 5 de março de 1889). Um álbum anterior (2000.01.12) contém autógrafos de amigos e familiares, inclusive do primo de Mary Baker Eddy, Henry M. Baker, e da irmã dela, Martha S. Pillsbury.

Ajuda na pesquisa

Livros autografados e com dedicatória, sem data, 1875–1962

A Coleção de Livros Autografados e com Dedicatória é composta de mais de 100 livros com assinaturas, anotações ou dedicatórias. Pessoas importantes na história da Ciência Cristã enviaram ou receberam esses livros. São contemporâneos de Mary Baker Eddy, como membros da equipe de funcionários de sua casa; pessoas que ocupavam cargos nA Primeira Igreja de Cristo, Cientista, ou nA Sociedade Editora da Ciência Cristã; aqueles que se correspondiam com Mary Baker Eddy; e pessoas que trabalharam no movimento da Ciência Cristã depois de 1910.

Ajuda na pesquisa

Lista ordenável de itens

Correspondência de Blanche Partington, 1913–1946

Blanche Partington (1866–1951) foi praticista da Ciência Cristã em São Francisco, Califórnia, de 1910 a 1951. Aluna de Francis J. Fluno MD, CSD, era membro ativo de Terceira Igreja de Cristo, Cientista, São Francisco, bem como da Primeira Associação da Ciência Cristã de Oakland, Califórnia. Além disso, Partington foi Leitora de Terceira Igreja, São Francisco, entre 1912 e 1913. A coleção consiste principalmente em cartas manuscritas e datilografadas que Sibyl Wilbur enviou a Blanche Partington, entre os anos de 1913 e 1946. Elas documentam a amizade entre as duas e discutem o afeto e gratidão de Wilbur por Partington, os pensamentos de Wilbur a respeito da Ciência Cristã e o transcendentalismo, recomendações de livros e a carreira de Wilbur como jornalista.

Ajuda na pesquisa

Coleção de livros de Calvin Frye

Essa coleção foi comprada de Oscar H.P. Frye, sobrinho de Calvin Frye, secretário pessoal de Mary Baker Eddy. Os títulos dos livros e dos periódicos incluem várias publicações relacionadas à Ciência Cristã, livros de referência e Bíblias.

Ajuda na pesquisa

Livros de Chestnut Hill, antes de 1910

Os livros de Chestnut Hill é uma coleção de mais de 600 volumes que se encontravam na residência de Mary Baker Eddy em Chestnut Hill, na época de seu falecimento, em 1910. Os livros estavam distribuídos por vários cômodos da casa. A maior parte desta coleção inclui livros da biblioteca do primeiro andar. Consiste em Bíblias; livros de referências bíblicas; livros de referências em geral, como dicionários e enciclopédias; livros de poesia; livros de canções; livros de viagem; livros sobre New Hampshire; e outros livros. Consulte também a Coleção de Livros de Mary Baker Eddy quanto a outros livros da casa de Chestnut Hill.

Ajuda na pesquisa

Lista ordenável de itens

Registros da Associação de Cientistas Cristãos

A Associação de Cientistas Cristãos (ACC) foi uma organização dos alunos de Mary Baker Eddy. Existiu oficialmente entre 1876 e 1889. Durante os anos de formação da Ciência Cristã como movimento organizado e chegando à fundação de uma igreja, a ACC foi de grande importância e cumpriu várias funções administrativas. Essas funções incluíram aprovar a primeira organização dA Igreja da Ciência Cristã, em 1879, e administrar uma Sala de Leitura em Boston de 1888 a 1894. A ACC foi oficialmente dissolvida, a pedido de Mary Baker Eddy, em 1889, como parte de sua reorganização do movimento da Ciência Cristã. No entanto, continuou a operar como organização informal, com reuniões menos regulares, por vários anos. Os Registros da Associação de Cientistas Cristãos consistem em correspondência, registros financeiros, atas de reuniões e registro de membros, documentando as ações oficiais da ACC, e itens relacionados ao trabalho da ACC não gerados em caráter oficial.

Ajuda na pesquisa

Fotografias da construção da Praça da Ciência Cristã

Esta coleção contém fotografias em preto e branco e slides coloridos que documentam a construção da Praça da Ciência Cristã nas décadas de 1960 e 1970. O projeto envolveu a construção de dois novos prédios administrativos, uma Escola Dominical, um novo pórtico de entrada para a Extensão dA Igreja Mãe e uma praça pública que incluiu um espelho d’água. A igreja escolheu I. M. Pei & Partners e Araldo Cossutta, Associated Architects, para projetar e construir os edifícios. Esses são os principais exemplos do “brutalismo”, um estilo arquitetônico popular nas décadas de 1950 e 1960. As fotografias desta coleção documentam todas as etapas do projeto de renovação urbana que mudou de maneira significativa o perfil de Boston.

Ajuda na pesquisa

Papéis de Effie Andrews, 1895–1919, sem data

Effie Andrews (1848–1923) foi praticista da Ciência Cristã; membro executivo dA Primeira Igreja de Cristo, Cientista (A Igreja Mãe); membro fundadora de Terceira Igreja de Cristo, Cientista, Nova York, NY; e membro regular do Quadro de Missionários dA Igreja Mãe. As várias funções de Andrews nA Igreja Mãe e nas igrejas filiais da Ciência Cristã estão documentadas em sua correspondência frequentemente trocada com a Diretoria da Ciência Cristã e outras pessoas. As correspondências adicionais ilustram os vários presentes que Andrews deu pessoalmente ou em grupo a Mary Baker Eddy, inclusive seu papel na obtenção da taça com que os Membros Executivos presentearam Mary Baker Eddy, em 1903. Esta coleção contém correspondência; anotações sobre palestras e artigos; rascunhos de escritos; uma intimação relativa à ação judicial Woodbury vs. Eddy; e um recorte com “Flowers” [Flores], um poema que a Sra. Eddy enviou a Andrews.

Ajuda na pesquisa

Papéis de Emilie B. Hulin, 1893–1926, sem data

Emilie B. Hulin (f. 1931) foi praticista da Ciência Cristã e professora; uma do grupo de Primeiros Membros dA Igreja Mãe; membro do Comitê de Construção do edifício Original dA Igreja Mãe; e Vice-Presidente do Conselho do Ensino (1923). Ela foi a professora do Curso Normal de dezembro de 1925. Em particular, os documentos de Hulin destacam seu papel como professora do Curso Normal. Também documentam a relação entre professora e alunos; uma extensa correspondência revela gratidão pelo ensino de Hulin como algo prático, bem como sua capacidade de motivar e inspirar os alunos a eles mesmos ensinarem a Ciência Cristã. Essa coleção contém correspondências; anotações; um livrete com Princípios e Regras; e um caderno documentando o trabalho de Hulin.

Ajuda na pesquisa

Papéis de Frederica L. e William N. Miller

Frederica L. Miller (aprox. 1846–1934) e William N. Miller (1838–1913) eram praticistas e professores da Ciência Cristã originários de Toronto, Ontário, Canadá. Ambos tiveram um papel significativo no crescimento da Ciência Cristã em Londres, Inglaterra. Devido ao trabalho de William no Quadro de Conferencistas da Ciência Cristã, Mary Baker Eddy enviou os Millers para a Inglaterra, em 1899. Lá eles ajudaram a formalizar Primeira Igreja de Cristo, Cientista, Londres, e em 1905 ajudaram na fundação de Terceira Igreja de Cristo, Cientista, Londres . Ambos inicialmente ministraram conjuntamente as aulas da Ciência Cristã e trabalharam como praticistas até 1904, após o que William se dedicou ao trabalho em Terceira Igreja e Frederica continuou como praticista e professora. Os documentos de Frederica L. e William N. Miller contêm correspondência pessoal e profissional da família Miller, inclusive cartas relacionadas ao trabalho em igrejas filiais e com alunos e pacientes. Além disso, a coleção contém várias notas, rascunhos e escritos sobre a Ciência Cristã.

Ajuda na pesquisa

Coleção de Georgine Milmine

A coleção de Georgine Milmine documenta a pesquisa, escritos e correspondência relacionada a uma série de artigos sobre Mary Baker Eddy publicados na McClure’s Magazine, de janeiro de 1907 a junho de 1908. A coleção também traz material relacionado à biografia de 1909, a qual Georgine Milmine publicou, intitulada The Life of Mary Baker Eddy and the History of Christian Science [A vida de Mary Baker Eddy e a história da Ciência Cristã], com base na série da revista McClure’s.

Ajuda na pesquisa

Coleção de Bíblias históricas, aprox. 1530–2007

A Coleção de Bíblias Históricas começou a tomar forma na década de 1930, quando um Cientista Cristão da Inglaterra doou várias Bíblias raras para A Igreja Mãe em Boston. Os critérios originais da Diretoria da Ciência Cristã para aumentar a coleção de Bíblias foram “edições que indicam passos na história da humanidade ou que abençoaram grande número de pessoas”. Em vez de simplesmente incomuns ou raras, as Bíblias precisavam “representar momentos decisivos da história”. Essa coleção agora conta com 465 volumes. Inclui primeiras edições das versões: Coverdale, Matthew e King James, bem como Bíblias de estudo históricas, Bíblias devocionais e obras relacionadas. Veja uma seleção em inglês de Bíblias dessa coleção.

Coleção de fotografias históricas, aprox. 1850–1994

Esta coleção contém fotografias que documentam a vida de Mary Baker Eddy (1821–1910), bem como a fundação e o crescimento do movimento da Ciência Cristã até a metade do século XX. As fotografias tiradas por funcionários da casa de Mary Baker Eddy mostram detalhes raros dos bastidores de sua vida diária e de seu trabalho, principalmente na casa em Pleasant View e na de Chestnut Hill. Outras imagens históricas documentam uma ampla variedade de projetos de construção relevantes, incluindo os dA Primeira Igreja de Cristo, Cientista (A Igreja Mãe) e dA Sociedade Editora da Ciência Cristã, ambos em Boston, Massachusetts; Primeira Igreja de Cristo, Cientista, em Concord, New Hampshire; e o memorial de Mary Baker Eddy no Cemitério Mount Auburn em Cambridge, Massachusetts.

Ajuda na pesquisa

Papéis de Jessie C. H. Gorham

Jessie C. H. Gorham (aprox.1850–1930) foi a praticista da Ciência Cristã que auxiliou Mary Baker Eddy na edição e publicação do livro Escritos Diversos 1883–1896. De ascendência escocesa, viveu principalmente no estado de Nova York e residiu em Rochester, Nova York, de 1875 a 1889, onde foi aluna de Sarah A. Pine. Gorham mudou-se para Boston em 1889 para continuar seu estudo da Ciência Cristã. Os documentos de Jessie C. H. Gorham consistem em correspondência; vários escritos (de Gorham e outras pessoas); documentos comerciais relativos à Ciência Cristã; registros financeiros; e alguns recortes de jornais. As cartas de Gorham detalham seu trabalho de revisão a pedido de Mary Baker Eddy, em especial do livro Escritos Diversos.

Ajuda na pesquisa

Papéis de Joshua F. Bailey

Joshua F. Bailey (1831–1907) foi praticista e professor da Ciência Cristã, atuou como Redator-Chefe do The Christian Science Journal entre fevereiro de 1889 e novembro de 1890. Em sua juventude, Bailey foi professor nas Escolas Públicas de Boston, foi cobrador de impostos para a Receita Federal dos Estados Unidos na cidade de Nova York, e funcionário da empresa de telefonia e eletricidade de Thomas Edison, em Paris. Tornou-se aluno de Mary Baker Eddy em novembro de 1888 e, a pedido dela, fez anotações em suas aulas dos últimos cursos, Primário e Normal. Os papéis de Joshua F. Bailey documentam sua vida antes de se tornar Cientista Cristão; seu trabalho para o Journal e como professor da Ciência Cristã; e a venda para a Diretoria da Ciência Cristã das cartas de Mary Baker Eddy por ele recebidas. Cópias da correspondência com Frederick C. e Emma Tapley, bem como os manuscritos de autoria de Bailey, ilustram sua compreensão e explicação de tópicos da Ciência Cristã.

Ajuda na pesquisa

Papéis de Lillian Cocanougher, 1940–1951

Lillian Cocanougher (aprox. 1900–1983) viveu a maior parte de sua vida em Dallas, Texas, onde foi praticista da Ciência Cristã de 1938 a 1981. Esta coleção contém 11 cartas de correspondência pessoal que Lillian e seu marido, Ernst Cocanougher, tiveram com outros Cientistas Cristãos de 1940 a 1951. Os tópicos abordados incluem presentes pessoais, visitas e teologia da Ciência Cristã.

Ajuda na pesquisa

Correspondência de Lottie Allan, 1899–1903, 1916, sem data

Lottie Allan (1866–1926) foi uma Cientista Cristã que morava em Toronto, Canadá. Era membro de Primeira Igreja de Cristo, Cientista, Toronto, onde foi Segunda Leitora. Allan trabalhou em Pleasant View, a casa de Mary Baker Eddy em Concord, New Hampshire, de abril a outubro de 1902, e novamente de janeiro a abril de 1903. A coleção consiste em rascunhos manuscritos e cópias de cartas entre Allan e Mary Baker Eddy, Calvin A. Frye e Beth Harmony. Essa correspondência reflete a gratidão de Allan à Sra. Eddy, suas perguntas sobre a prática da Ciência Cristã, suas razões para deixar Pleasant View e as confirmações de que trabalhou lá em 1902 e 1903.

Ajuda na pesquisa

Papéis de Minnie B. Weygandt

Minnie B. Weygandt (aprox. 1864–1933) foi uma Cientista Cristã que trabalhou como cozinheira em Pleasant View, a casa de Mary Baker Eddy em Concord, New Hampshire, de 1899 a 1907. Weygandt também trabalhou na casa dos conhecidos Cientistas Cristãos Caroline S. e Edward P. Bates, e Mary E. Armstrong. Os documentos de Minnie B. Weygandt cobrem a vida de Weygandt como Cientista Cristã, desde o momento em que se filiou À Igreja Mãe, em 1894, até seu falecimento em 1933. Os materiais documentam seu papel como aluna de Janet T. Colman, CSB; suas doações em prol de causas da Ciência Cristã; sua relação com outros Cientistas Cristãos; e os contatos com a Diretoria da Ciência Cristã com relação à história do movimento da igreja. A maioria dos documentos nos Papéis de Weygandt ilustra seu papel como cozinheira em Pleasant View e inclui receitas avulsas; um álbum de recortes com receitas; um livro de receitas de Emma P. Ewing; e um caderno em que Weygandt anotava as refeições servidas a Mary Baker Eddy.

Ajuda na pesquisa

Registros da Associação Nacional de Cientistas Cristãos

A Associação Nacional de Cientistas Cristãos (ANCC) foi uma organização para estudantes da Ciência Cristã, fundada em 1886. Ao contrário da Associação de Cientistas Cristãos (ACC), que reunia apenas alunos de Mary Baker Eddy, a ANCC também estava aberta para alunos dos alunos da Sra. Eddy. A ANCC reconhecia associações locais, chamadas Associações de Cientistas Cristãos dos Alunos, e realizava convenções anuais que reuniam delegados dessas associações locais. Embora tenha sido dissolvida em 1890 a pedido da Sra. Eddy, a ideia permaneceu sob a forma de associações locais formadas por alunos de um mesmo professor da Ciência Cristã. Os Registros da Associação Nacional de Cientistas Cristãos consistem em correspondência, pedidos de alvará, registros financeiros, atas de reuniões e pedidos de filiação. Alguns pedidos de filiação da ACC, arquivados juntamente com os pedidos da ANCC, também fazem parte do arquivo.

Ajuda na pesquisa

Coleção de publicações e séries não publicadas pela CSPS, 1821–presente, sem data

Esta coleção consiste em panfletos, livretos, artigos, revistas, periódicos, jornais e outras publicações não editadas pelA Sociedade Editora da Ciência Cristã (CSPS), mas sim por outras editoras. A maior parte desse material está relacionado à Ciência Cristã e a Mary Baker Eddy, e inclui escritos tanto de Cientistas Cristãos como de não membros da igreja. Os temas variam de introduções à metafísica e à cura, destinadas ao público leigo, até escritos criticando a Ciência Cristã. Os materiais não relacionados à Ciência Cristã abordam temas como tópicos religiosos em geral, questões sociais, eventos atuais e históricos, muitas vezes fornecendo um contexto para a vida de Mary Baker Eddy. A maior parte dos materiais data de 1880 a 2000. A maioria está em inglês, originária dos Estados Unidos, Canadá, Grã-Bretanha, Irlanda, Austrália ou Nova Zelândia. Materiais em outros idiomas (especialmente alemão e francês) também estão incluídos. São organizados por autor, título do artigo ou da publicação.

Lista ordenável de itens

Coleção da história oral, 2015–presente

A partir de 2015, a Biblioteca Mary Baker Eddy começou a gravar e compilar depoimentos orais — gravações em áudio de entrevistas com pessoas que têm conhecimento pessoal de eventos passados.

Embora o Departamento de Arquivos da Igreja tenha por vezes gravado conversas com indivíduos, ao longo dos anos, a Biblioteca iniciou seu Projeto da História Oral como um empenho contínuo em registrar diálogos com pessoas que testemunharam ou participaram de eventos significativos na história do movimento da Ciência Cristã. Além disso, a equipe da Biblioteca trabalha para dar ao projeto um cunho internacional, entrevistando Cientistas Cristãos do mundo todo.

O objetivo do projeto é simples — registrar a história, principalmente aquela que não é facilmente encontrada em documentos. O projeto visa a relatos de indivíduos com participação nas igrejas locais, bem como na sede de Boston; relatos de cura; reflexões sobre as atividades da igreja; e qualquer outro dado que o entrevistado possa considerar digno de nota.

As gravações do Projeto da História Oral estão à disposição nos Arquivos e Coleções Especiais.

Material relacionado à aposentadoria de Paul S. Deland, 1958–1962

Paul S. Deland (1881–1965) começou sua carreira no The Christian Science Monitor quando o jornal foi fundado, em 1908. Durante sua longa incumbência, ele ocupou muitos cargos. Eles incluíram repórter, revisor, redator financeiro, redator de notícias americanas e gerente de redação. Ele desempenhou um papel importante no desenvolvimento da equipe de notícias e foi um dos poucos membros originais da equipe do The Christian Science Monitor na época de seu cinquentenário. Deland aposentou-se em 1º de dezembro de 1958, mas permaneceu ativamente interessado no jornal. Esta coleção contém 18 fotocópias de fotografias de produção em preto e branco da “Assignment: Mankind: A Documentary Film about The Christian Science Monitor” [Tarefa: A humanidade: Um filme documentário sobre The Christian Science Monitor], assim como um folheto. Além disso, a coleção contém um álbum de aposentadoria em dois volumes, incluindo correspondência, desenhos, recortes de jornais e cartões de felicitações desejando-lhe tudo de bom na aposentadoria.

Ajuda na pesquisa

Arquivo de reminiscências, aprox. 1885–presente

Essa coleção contém mais de 800 relatos que são, em grande parte, retrospectivas. Embora consista principalmente de lembranças pessoais de homens e mulheres que conheceram Mary Baker Eddy, também inclui contribuições de outras pessoas notáveis do movimento da Ciência Cristã, as quais nunca a conheceram. Essas reminiscências, escritas principalmente após a morte da Sra. Eddy, em 1910, cobrem sua vida, desde a infância em New Hampshire até seus últimos anos em Chestnut Hill, Massachusetts. Os relatos são escritos à mão e datilografados. Alguns diários também fazem parte do arquivo.

Ajuda na pesquisa

Coleção das famílias Sargent e McDonald

Victoria H. Sargent e Laura E. Sargent eram irmãs, ambas com envolvimento significativo no movimento pioneiro da Ciência Cristã no centro-oeste dos EUA. Elas ajudaram a estabelecer Primeira Igreja de Cristo, Cientista, em Oconto, Wisconsin. Construído em 1886, esse edifício foi a primeira estrutura, no mundo inteiro, projetada especificamente para a realização de cultos da Ciência Cristã. Laura passou 20 anos trabalhando na equipe de funcionários da casa de Mary Baker Eddy. As duas irmãs, assim como a filha de Victoria, Minnie S. McDonald, foram sucessivas zeladoras da última casa da Sra. Eddy em Chestnut Hill, Massachusetts.

Essa coleção contém materiais impressos e fotografias pertencentes às famílias Sargent e McDonald. Os materiais impressos incluem livros — principalmente Bíblias e publicações da Ciência Cristã, muitos dos quais com dedicatórias e anotações — bem como cartões postais que retratam locais importantes para a família. As fotografias retratam as famílias Sargent e McDonald (principalmente Laura, Victoria, Minnie e membros da extensa família de Minnie); outros membros da equipe de funcionários da casa de Mary Baker Eddy (inclusive Adam H. Dickey, William e Ella Rathvon, Adelaide Still, entre outros); e os jardins de Chestnut Hill.

Ajuda na pesquisa

Coleção Sid J. Hare

Sid J. Hare (1860–1938) foi um arquiteto paisagista em Kansas City, Missouri. Cientista Cristão, bem como estudioso amador da profecia bíblica, acreditava que a Extensão da Igreja Mãe cumpriu a profecia do templo descrito no livro de Ezequiel. Depois de supervisionar o trabalho paisagístico na residência de Mary Baker Eddy em Chestnut Hill, Massachusetts, Hare recebeu permissão para fotografar e estudar A Igreja Mãe. A Coleção Sid J. Hare inclui correspondência, mapas e materiais de pesquisa relacionados com suas teorias sobre a profecia bíblica e A Igreja Mãe. Também inclui uma parte significativa de sua biblioteca pessoal sobre profecias (particularmente profecias bíblicas), bem como sobre o antigo Egito e as pirâmides. Muitos desses livros contêm notas feitas por Hare e envolvem seu próprio sistema de indexação.

Ajuda na pesquisa

Arquivo de assuntos diversos, aprox. 1800–presente

Este arquivo contém documentos sobre centenas de assuntos relacionados a Mary Baker Eddy, sua igreja, suas realizações e os homens e mulheres que a conheceram e a ajudaram. Organizado em ordem alfabética por assunto, o arquivo inclui informações sobre a publicação e venda de sua obra principal, Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras; detalhes sobre as instituições que ela fundou e liderou; e informações biográficas e familiares.

Ajuda na pesquisa

A Primeira Igreja de Cristo, Cientista, Edifício Original, livros do aposento da Sra. Eddy, 1886–1907

Esta coleção é composta de 25 livros e três marcadores que estavam no Aposento de Mary Baker Eddy no Edifício Original dA Primeira Igreja de Cristo, Cientista, reservado exclusivamente para uso dela. Esse aposento era mobiliado e funcionava como sala de estudo/recepção. Foi originalmente chamado de “Aposento da Mãe”, até 1903, quando foi adotado o Artigo do Manual da Igreja “Abolido o título de Mãe” (agora Capítulo XXII, Artigo 1º).

Ajuda na pesquisa

Papéis de Walter S. Cross, 1915–1951, sem data

Walter S. Cross (1881–1971) foi capelão militar da Ciência Cristã durante a Primeira Guerra Mundial; Primeiro Leitor de Primeira Igreja de Cristo, Cientista, Baltimore, Maryland; membro da Comissão das Lições Bíblicas dA Primeira Igreja de Cristo, Cientista; e Presidente dA Primeira Igreja de Cristo, Cientista (1950). Os papéis de Walter S. Cross abrangem seus anos iniciais na Ciência Cristã, sua atuação como capelão na guerra e sua vida pós-guerra em Fitchburg, Massachusetts. A maior parte desse material é relativo à Primeira Guerra Mundial e inclui cartas e telegramas enviados por ele e para ele enquanto servia, bem como um álbum de recortes que ele fez no Depósito de Auxílio Humanitário da Ciência Cristã em Le Mans, França, em 1919. Outros documentos incluem cartas escritas por Cross ao editor, em resposta à cobertura noticiosa da Ciência Cristã, e uma reminiscência escrita por ele sobre sua participação no movimento da Ciência Cristã.

Ajuda na pesquisa

Papéis de William P. e Daisette D. S. McKenzie, 1836–1952

William P. McKenzie (1861–1942) e Daisette D. S. McKenzie (1864–1952) eram praticistas da Ciência Cristã e moravam em Cambridge, Massachusetts. Ambos tiveram várias funções nA Primeira Igreja de Cristo, Cientista (TFCCS). William fez parte do Conselho de Fiduciários da Sociedade Editora da Ciência Cristã, de 1898 a 1917; do Quadro de Conferencistas da Ciência Cristã, de 1898 a 1917; e da Diretoria da Ciência Cristã, de 1932 a 1942. Foi Redator dos periódicos relgiosos da Ciência Cristã de 1917 a 1920 e Presidente dA Igreja Mãe em 1899, 1906 e 1909. Começou a ensinar já em 1911 e ministrou aulas até 1932. Daisette foi Leitora de Segunda Igreja de Cristo, Cientista, Toronto, Canadá, em 1894 e Segunda Leitora de uma igreja em Cleveland, Ohio, em 1896. Escreveu artigos para os periódicos religiosos da Ciência Cristã e foi Presidente dA Igreja Mãe de 1943 a 1944. Após a eleição de seu marido para a Diretoria da Ciência Cristã, em 1932, ela passou a ser professora da Ciência Cristã até falecer, em 1952. Embora ela e seu marido tivessem o título CSB, por ter feito parte da última turma ensinada por Mary Baker Eddy, em 1898, o Manual da Igreja permitia que apenas um dos dois ensinassem. A coleção consiste em correspondência, documentos pessoais e documentos legais. Os papéis documentam a vida dos dois e seu trabalho à TFCCS.

Ajuda na pesquisa